Counter-Strike, o título da Valve lançado pela Electronic Arts no Brasil, foi oficialmente liberado para ter suas vendas e distribuição retomadas no país.
A decisão, proferida pela 6ª Turma do Tribunal Regional Federal, 1ª Região, em Brasília, torna improcedente a sentença de 2008 de proibir a venda do jogo no Brasil, acolhendo os argumentos da Electronic Arts, distribuidora de Counter-Strike no país, representada pelo escritório Dannemann Siemsen.
“A decisão demonstra o firme posicionamento do Poder Judiciário contra a censura, de forma inédita na indústria de vídeo games. O jogo é classificado para maiores de 18 anos, deixando claro que é para o público adulto. Em um país democrático, julgamentos estéticos e morais sobre obras artísticas são para o cidadão fazer e não para o Estado decretar. Essa é a essência da liberdade de expressão”, explica o advogado Rodrigo de Assis Torres, do escritório Dannemann Siemsen.
Counter-Strike foi lançado originalmente em 2000 para o PC e se tornou um enorme sucesso em lan-houses e casas de jogos no Brasil e pelo mundo. Com diversas versões lançadas, o game havia sido proibido em 2008, junto do título de RPG Everquest. Na ocasião, a alegação era de que o jogo continha violência em excesso.

5 Comentários "Justiça libera a distribuição de Counter-Strike no Brasil"

  1. Parabéns pelo post

    Conheça o novo agregador de links www.surpriselink.com/Inicial, o agregador mais diferente dos que você já viu.

  2. Anônimo says:

    PRA QUE COUNTER-STRIKE SE NOS TEMOS COMBAT ARMS QUE É BEM MELHOR KKK

  3. Ronald says:

    Combat arms e melhor o caramba.... e pra que liberar se todo mundo joga do mesmo jeito ¬¬'

  4. Anônimo says:

    Combat Arms é um lixo, lol

  5. CaBeÇa says:

    poisé todo mundo joga CS mesmo sendo proibido aki spoakspokapsoka mas q bom q liberaram, e Combat arms com certeza é muito mlhor, mas ainda prefiro Point Blank!!

Postar um comentário

Comente!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...